Aller au contenu Aller au menu principal Aller à la recherche

Que plantas escolher para as suas articulações?

Graças às suas propriedades drenantes e calmantes, as plantas estimulam a circulação sanguínea e contribuem para a manutenção da mobilidade e para o bem-estar das articulações ?

Quelle plante pour vos articulations

A estrutura do corpo é composta por músculos, ossos, ligamentos e tendões. As articulações são o elo de ligação entre todos os elementos, tendo como peça chave a cartilagem. A cartilagem articular é um tecido amortecedor que reveste a superfície do osso ao nível das articulações, protegendo-as.

No entanto, o desporto, as lesões repetidas e os movimentos da vida quotidiana podem dar lugar a traumatismos e a inflamações localizadas ao nível dos músculos, tendões ou das articulações, como por exemplo: entorses ou tendinites. Existem produtos para ajudar a aliviar e acalmar as dores articulares, musculares e pós-traumáticas. Para mais informações, aconselhe-se com o seu farmacêutico.

A aromaterapia e a fitoterapia para resgatar as suas articulações

Para além destes produtos, também pode recorrer aos benefícios da aromaterapia e da fitoterapia para ajudá-lo a melhorar o seu bem-estar articular.

Em aplicação local, os óleos essenciais de gualtéria e katrafay têm propriedades calmantes. Um bálsamo chinês à base de óleos essenciais também pode ajudar a aliviar, acalmar e relaxar. Ao aplicar de forma diária, irá potenciar a sensação de bem-estar a nível local e contribuir para acentuar as perceções sensoriais.

Rico em harpagósidos, em glucoridóides e em procumbicos, o harpagófito possui igualmente propriedades naturais calmantes. Tradicionalmente, esta planta tem sido utilizada para favorecer a suavidade e o bem-estar articular. Pode também ser utilizada em lesões articulares dolorosas menores como as entorses.

As plantas drenantes do fígado como o cardo mariano, a bardana, a alcachofra e o dente de leão também podem ser benéficas para as suas articulações. Utilizadas durante algumas semanas, estas plantas favorecem a eliminação de toxinas acumuladas a nível articular e favorecem o processo de mineralização.

Nota importante: os benefícios das plantas apenas serão efetivos se escutar o seu corpo. Assim, em caso de problema articular, aconselha-se a não realizar, durante o tempo de convalescença, o movimento que provocou a inflamação e continuar a mover suavemente a articulação.

Outras plantas para a flexibilidade das suas articulações

A partir dos 35 anos, a renovação da cartilagem é cada vez menos eficiente e a sua qualidade começa a diminuir. Desgasta-se progressivamente, podendo deste modo desaparecer. Para recuperar uma melhor mobilidade articular, encontrará a seguir uma seleção complementar de plantas benéficas para as suas articulações :

 

 

Curcuma
(Curcuma longa)

 

A curcuma é uma planta da família do gengibre, que se utiliza na Ásia desde há séculos. Em fitoterapia utiliza-se o seu rizoma (caule subterrâneo), que contribui para manter a flexibilidade e o bem-estar articular. É ainda mais eficaz quando se associa à pimenta preta (Piper nigrum), que potencia a sua absorção.

Rainha Dos Prados
(Filipendula ulmaria)

 

A rainha dos prados é uma planta herbácea, perene, pertencente à família das rosáceas. Em fitoterapia é utilizada pelas suas propriedades sobre a flexibilidade e mobilidade das articulações.

Cavalinha
(Equisetum arvense)

 

A cavalinha é um autêntico fóssil vivo: existe no planeta desde a era primária, há mais de 250 milhões de anos. Em fitoterapia utilizam-se os seus caules (que não servem para a reprodução) para  pour facilitar as funções de eliminação do organismo.