Aller au contenu Aller au menu principal Aller à la recherche

Fibra e plantas para um bom trânsito intestinal

As suas atividades diárias afetam o seu trânsito intestinal? Sente cansaço? O seu trânsito é lento ou irregular? Nota inchaço? Necessita de esvaziar o intestino?

des fibres et des plantes pour un bon confort intestinal

A função da fibra no trânsito intestinal

Adicionar fibra à sua dieta pode ajudá-lo a melhorar o trânsito intestinal. O consumo de fibra recomendado é entre 25 e 30 gramas por dia. No entanto, em França, o consumo médio é apenas de 18 gramas por dia, o que significa, aproximadamente, metade da dose diária recomendada.

Uma dieta variada e equilibrada, com a quantidade suficiente de fibra, facilita a digestão. Os alimentos ricos em fibra como a aveia, a cevada ou o centeio estimulam o trânsito intestinal e melhoram a evacuação.

Algumas plantas, como o ruibarbo, a ameixa seca, a malva e o farelo de trigo podem ter um efeito benéfico no trânsito intestinal.

  • O ruibarbo, originário da China e do Tibete, cresce durante a primavera e outono em solos bem canalizados.
  • As sementes de malva estimulam o percurso do bolo alimentar e constituem um remédio suave contra a obstipação.
  • A ameixa seca é um fruto seco, rico em fibra, reconhecido tradicionalmente pelas suas propriedades para melhorar o trânsito e que ajuda a conservar o bom funcionamento do intestino (com um consumo diário de 100 gramas).
  • A fibra do farelo de trigo contribui para melhorar a evacuação.

Algumas recomendações para melhorar o seu trânsito

Optar por uma dieta mais rica em fibra, com um maior consumo de leguminosas (lentilhas, grão de bico, feijão, favas, feijão verde), verdura rica em fibra (espinafres, funcho, aipo, beterraba), cereais integrais (trigo, arroz), pão ou bolachas de farelo ou cereais integrais, frutos secos (ameixas secas) e fruta fresca (ameixas, framboesas, amoras).

Manger à heures fixes : il faut « éduquer son transit »

Beber muita água (cerca de 1 litro e meio por dia) e consumir mais água rica em magnésio (com mais de 50 mg por litro).

Reduzir o consumo de álcool, especiarias e café.

Evitar os alimentos muito gordurosos ou com muito açúcar.

Não adiar ir à casa de banho. Sempre que possível, não espere ou deixe passar o tempo.

Fazer exercício de forma regular: atividade física estimula o apetite e a atividade do cólon.

Consumir ruibarbo, malva, ameixa seca e farelo de trigo como complemento nutricional; estes componentes facilitam o percurso do bolo alimentar e ajudam a regular o trânsito intestinal.