Aller au contenu Aller au menu principal Aller à la recherche

Anexo à região PACA

A história dos Laboratórios Arkopharma começou em 1980, no coração dos Alpes Marítimos

A história dos Laboratórios Arkopharma começou em 1980, no coração dos Alpes Marítimos, no vale do Var, entre o litoral mediterrâneo e os montes elevados do interior (Mercantour). A empresa está instalada numa região perfeita para a sua atividade. Hoje, após 35 anos, os Laboratórios Arkopharma "estão enraizados" nesta região.

 

A diversidade dos produtos naturais da empresa une-se à diversidade do departamento dos Alpes-Marítimos, que se denomina por «biodiversidade».

De facto, tendo em conta que existem, espontaneamente, cerca de 4900 espécies de plantas com flores em França (ou seja, não introduzidas e adaptadas), este departamento conta só com mais de 3000 espécies (ou seja, mais de 60% desta diversidade), enquanto que um departamento francês possui em média entre 1000 e 1300 espécies.

Dada a sua situação confluente entre os Alpes e o Mediterrâneo, esta região apresenta influências alpinas, provençais, mediterrânicas e da Ligúria entre o nível do mar e o monte Gélas (3143 m) e constitui o único ponto da Europa que possui todos estes pisos de vegetação.

As espécies medicinais articoalpina ou subalpinas, como a Rhodiola, a uva de urso, a genciana-amarela ou a arnica, ou de origem mediterrânea, como o tomilho, a lavanda, a árvore da castidade ou a oliveira, são testemunhos desta biodiversidade.

Esta riqueza botânica vem acompanhada por 200 espécies raras como a genciana da Ligúria, a Potentilla valderia ou a Nigritella corneliana. A estas adicionam-se uma quarentena de espécies específicas denominadas "endémicas" (espécies que só são encontradas nesta região do mundo). Por exemplo, a Saxifraga florulenta, cuja particularidade reside no facto de que floresce apenas uma vez no fim de vida entre os 40 e os 70 anos. Está localizada no coração do Parque Nacional de Mercantour, que tem uma área de 685 km2, ou seja, 15% da superfície do departamento. Entre França e Itália, os Alpes do Mediterrâneo, nas regiões PACA, Piemonte e Ligúria, são candidatos a serem considerados património da humanidade da UNESCO.

Parque natural unesco

Muitas plantas medicinais presentes no estado selvagem, ou cultivadas, fazem parte das gamas oferecidas pela Arkopharma.

Ao património natural junta-se a grande riqueza dos jardins ornamentais ou de coleção que adornam a costa entre Menton e Antibes. Pode ser mencionados quatro jardins botânicos: o Val Rahmeh em Menton (sucursal do Museu nacional da história natural de Paris), o jardim do Palácio Carnolès de Menton (a mais importante coleção de citrinos da Europa), o Villa Les Cèdres à Saint-Jean-Cap-Ferrat (jardim privado de 14 hectares com mais de 14.000 espécies de plantas, principalmente tropicais) e o Villa Thuret em Antibes (jardim de coleção e aclimatização atualmente administrado pelo INRA). Entre os muitos jardins ornamentais, podemos mencionar o jardim Serre de la Madone em Menton, os jardins da Villa Ephrussi de Rothschild em Saint-Jean-Cap-Ferrat e o Parc Phénix em Nice.

Diferentes culturas coexistem na região PACA e Provença: o cultivo de plantas ornamentais no litoral, de plantas de perfume entre Grasse e arredores, como em Mouans-Sartoux (jardim do museu internacional da perfumaria), e plantas de perfume e aromáticas como a lavanda, a sálvia romana e o tomilho.

Neste ambiente natural e domesticado pelo homem, o vegetal está omnipresente na sua diversidade: foi, portanto, "natural" que os Laboratórios ARKOPHARMA encontraram ali o seu lugar e continuam a desenvolver e produzir produtos de saúde com base em plantas.